É campeã! Viradouro conquista seu terceiro título no carnaval carioca recebendo pontuação máxima

O desfile impecável da Viradouro na Sapucaí, na manhã de terça-feira (13), fez a escola de Niterói receber a pontuação máxima (nota 10 nos nove quesitos, somando 270 pontos) dos jurados e, assim, conquistar mais um título de campeã do carnaval do Rio de Janeiro, após apuração realizada nesta quarta-feira (14). A agremiação desfilou com o enredo “Arroboboi, Dangbé”, que contou a força da mulher negra através do culto à cobra sagrada e à sabedoria africana.

Imperatriz Leopoldinense ficou em segundo lugar, com 269,3 pontos, e a Grande Rio, em terceiro, com 269,2. A Porto da Pedra foi rebaixada para a Série Ouro.

Com a liderança do carnavalesco Tarcísio Zanon, a Viradouro levou uma explosão de cores para a Sapucaí, indo além do seu tradicional vermelho e branco, tendo uma iluminação fluorecente para garantir o brilho das alas e alegorias mesmo durante o amanhecer.

A escola ainda conta em seu elenco com um dos nomes mais famosos à frente da bateria, o mestre Ciça, e com a atriz Érika Januza como madrinha da bateria.

Na Cidade do Samba, no entanto, representantes de quatro escolas ( alegaram que a Viradouro desfilou com 24 componentes em uma de suas alas, o que infringiria o inciso IX do artigo 26 do regulamento da Liga Independente das Escolas de Samba. No documento, consta que uma agremiação deve desfilar com o limite mínimo de 10 (dez) e o máximo de 15 (quinze) componentes na Comissão de Frente. Caso descumpra essa regra, a escola pode ser penalizada em 0,5 (meio) ponto para cada inciso infringido. Jorge Perlingeiro, presidente da Liesa, avisou que o recurso será julgado até quinta-feira (15).

A diferença da Viradouro para a segunda colocada foi superior a meio ponto. Então, mesmo que seja penalizada, não há risco de a escola perder o troféu porque a diferença de pontuação para a segunda colocada foi de sete décimos.

Esse é o terceiro título da Viradouro. A agremiação foi campeã do Grupo Especial duas vezes, em 1997 e  2020, também com o carnavalesco Tarcísio Zanon. No ano passado, a Viradouro conquistou o vicecampeonato, ficando atrás da Imperatriz Leopoldinense por apenas um décimo de diferença.

Fonte FolhaNit

Não somos responsáveis por qualquer conteúdo que seja de autoria de outros veículos de comunicação

Niteroi City
Niteroi City
http://niteroi.city

Nós utilizamos cookies para proporcionar a melhor experiência para você Política de privacidade

Preloader image